Diogo Lopes de Sequeira

Fidalgo renascentista português nascido em 1446, em Alandroal, e falecido em 1530, foi o 4.º governador da Índia (1518). Ao serviço de D. Manuel I, fez várias viagens marítimas. Numa delas, em 1509, foi enviado a Malaca para estabelecer relações diplomáticas e de amizade. Na mais importante, efetuou o reconhecimento de toda a costa de Madagáscar e respetivas potencialidades comerciais, descobrindo o Cabo de S. Lourenço e aportando depois à Índia. Ainda durante esta viagem, que se prolongou por vários anos, descobriu Samatra e Pacém, locais onde ergueu padrões com as armas portuguesas. Em outras viagens que fez, passou por Arzila, Alcácer Quibir, Diu, Ceuta e Goa, levantando fortalezas em diversas paragens. Participou ainda na Conferência de Badajoz.
Luís de Camões faz referência a Diogo Lopes de Sequeira no canto X de Os Lusíadas.
Como referenciar: Diogo Lopes de Sequeira in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 13:44:07]. Disponível na Internet: