Dipsacáceas

Família de plantas dicotiledóneas distribuídas por cerca de 14 géneros e cerca de 150 espécies. É constituída por ervas anuais, bienais ou perenes, raramente arbustos.
As Dipsacáceas (Dipsacaceae) encontram-se em regiões temperadas e subtropicais.
As plantas desta família possuem folhas geralmente opostas, podendo ser verticiladas, sem estípulas.
As flores agrupam-se em inflorescências do tipo capítulo cimoso, com um invólucro de brácteas e com um recetáculo que pode ou não possuir brácteas interflorais. São flores pequenas, geralmente muito irregulares, cada uma rodeada de um epicálice basal escamoso ou herbáceo. O perianto diferencia-se num cálice pequeno e rudimentar, com quatro ou cinco segmentos, e numa corola branca, púrpura ou azulada, com o limbo com quatro ou cinco lobos. Os estames são em número de dois ou quatro e os carpelos são, geralmente, em número de dois. O ovário unilocular é ínfero e uniovulado.
O fruto é uma cipsela indeiscente e está incluso no epicálice e geralmente coroado pelo cálice. Encerra uma só semente, com albúmen.
Algumas espécies de Dipsacáceas são cultivadas como plantas ornamentais.
Em Portugal, encontram-se várias espécies de Dipsacáceas, como a Cephalaria leucantha (suspiros-brancos), que se encontra no Alentejo, e a Scabiosa atropurpurea (suspiros-roxos), que se encontra desde o Douro até ao Algarve.
Como referenciar: Porto Editora – Dipsacáceas na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-21 05:28:00]. Disponível em