disfemismo

Figura de retórica que visa o efeito contrário ao do eufemismo, ou seja, em lugar de atenuar ou suavizar o carácter desagradável de uma entidade ou estado de coisas, procura efetivamente torná-la mais negativa, mais crua ou mais grotesca:

"A rapariga é tão feia, tão feia, que mete medo ao susto!"

"Tira daí as patas ou parto-te o focinho!" (patas em vez de mãos e focinho em vez de cara)
"A esta hora os tipos, coitados, já estão a fazer tijolo/ esticaram o perni/ bateram a bota" (disfemismos para morrer)

"...podia matá-lo, podia entregá-lo aos tribunais, podia escavacá-lo na sala a pontapés"
(disfemismo para matar)

(Eça de Queirós, Os Maias, (1988), Lisboa: Ed. Livros do Brasil, cap. VIII, p. 275)
Como referenciar: disfemismo in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-03 21:56:54]. Disponível na Internet: