dissimilação

Fenómeno de evolução fonética, contrário ao da assimilação, que consiste na diferenciação de um som em relação ao som vizinho com que são partilhadas propriedades de semelhança, com o objetivo de se distinguir dele. A dissimilação procura assim evitar uma sequência de dois fonemas iguais ou semelhantes dentro da mesma palavra. A dissimilação esteve presente na evolução de algumas palavras do latim para o português (cfr. i-iv), sendo ainda visível na articulação de algumas palavras sobretudo na variante dialetal de Lisboa (cfr. v-viii). Neste caso mais recente, há uma dissimilação da vogal [i] que recua no seu ponto de articulação para a região central do triângulo vocálico [E] (cfr. v-viii).:

i) liliu(m) > lírio
ii) anima > anma > alma iii) rebelle > rebelde
iv) ge(n)esta > giesta
v) >ministro> - m[E]nistro
vi) feminino > fem[E]nino
vii) vizinho > v[E]zinho
viii) Filipe > F[E]lipe
Como referenciar: dissimilação in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-02-21 21:36:07]. Disponível na Internet: