dólar americano

O dólar americano é a moeda oficial dos Estados Unidos da América (EUA) e tem por símbolo $ ou US$ e por código USD. O dólar americano, também conhecido popularmente por “buck”, é divisível em 100 cêntimos ou 10 dimes. É emitido pelo Banco da Reserva Federal.
Foram lançadas moedas de 1, 5, 25 e 50 cêntimos, de 1 dime e de 1 dólar, assim como notas de 1, 2, 5, 10, 20, 50 e 100 dólares.
As moedas ostentam na face efígies de antigos presidentes dos EUA, como Abraham Lincoln, Thomas Jefferson, Franklin D. Roosevelt, George Washington, John F. Kennedy e da índia Sacagawea, e no verso imagens do memorial Lincoln, do selo presidencial, e da fauna local, entre outras. Quanto às notas também exibem efígies de presidentes, como George Washingtom, Thomas Jefferson, Abraham Lincoln Andrew Jackson, Ulysses S. Grant e Benjamin Franklin, e do primeiro secretário do Tesouro Alexander Hamilton. O nome dólar tem origem na palavra “thaler”, uma abreviação de “Joachimsthaler”, moeda da prata cunhada na Boémia em 1518.
As primeiras moedas cunhadas na América do Norte surgiram na colónia da Baía de Massachusetts em 1652.
Os “wampun” (pequenos discos furados feitos de conchas) foram aceites como moeda de troca no território americano até 1670, embora os índios os continuassem a usar até finais do século XIX.
Os Estados Unidos da América, enquanto colónia britânica, usavam como unidade monetária a libra britânica e o “shilling”. Mas, no século XVIII, devido às restrições que a Grã-Bretanha impunha no envio de dinheiro para as colónias, os dólares espanhóis começaram a ser utilizados pelos norte-americanos. Também eram correntes moedas portuguesas e francesas.
A 4 de julho de 1776, os EUA declararam a independência e o dólar continental tornou-se a moeda base da economia. O Congresso começou a emitir notas de dólar e a cunhar moedas, assim como a maioria dos estados norte-americanos. Cada dólar valia cerca de 4,5 “shillings”. Devido à guerra da independência, o dólar continental desvalorizou imenso o que levou o secretário do Tesouro, Alexander Hamilton, a lançar o dólar americano a 4 de abril de 1792. Entretanto, os estados norte-americanos foram proibidos de emitir as suas próprias unidades monetárias.
Durante a Segunda Guerra Mundial, os EUA emitiram dólares para África e Pacífico que, contudo, não eram válidos na América. No Pacífico, ficaram conhecidos por dólares “hawaianos” .
As notas com valor superior a 100 dólares foram retiradas da circulação em 1969 pelo presidente Richard Nixon já que eram essencialmente utilizadas pelo crime organizado.
Cerca de dois terços dos dólares americanos circulam habitualmente fora dos EUA e é a divisa mais transacionada a nível internacional.
Nações como Timor-Leste, Panamá, Equador, El Salvador, Micronésia, Ilhas Marshall e Palau adotaram o dólar americano como moeda oficial.
Como referenciar: dólar americano in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-24 14:20:48]. Disponível na Internet: