Donnie Brasco

Filme dramático norte-americano realizado em 1997 por Mike Newell, Donnie Brasco foi interpretado por Johnny Depp, Al Pacino, Michael Madsen, Bruno Kirby, James Russo e Anne Heche, entre outros. O argumento foi escrito por Paul Attanasio, adaptando o livro autobiográfico Donnie Brasco: My Undercover Life in the Mafia, de Joseph D. Pistone e Richard Woodley.
O filme inspira-se no caso real de um polícia que se vai apercebendo dos perigos inerentes à sua infiltração no mundo da máfia. Joe Pistone (Johnny Depp) é um agente do FBI que tem como missão infiltrar-se na máfia. Autodenomina-se Donnie Brasco e faz amizade com Lefty Ruggiero (Al Pacino), um falhado e decadente mafioso de meia-idade. Lefty tem o casamento em ruínas, o seu filho é drogado e a sua saúde já não é o que era, o que o faz lamentar os 30 anos passados na máfia que o conduziram a um desfecho que é uma desilusão. Todavia, começa a ver em Donnie o filho que gostaria de ter tido, o jovem que pode ter sucesso onde ele falhou. Converte-se então no seu mentor, nos meandros do crime organizado, e Donnie vai-se tornando cada vez mais influente no meio. O problema é que a vida dupla de Joe começa a trazer-lhe sérias dificuldades. Sente-se cada vez mais afastado da mulher, Maggie (Anne Heche), e dos filhos, mas também sabe que pôr termo ao disfarce pode significar uma sentença de morte para ele e para a sua família. Como se isso não bastasse, com o tempo vai ganhando afeição por Lefty e desenvolvendo uma amizade que lhe iria custar demasiado a trair. Focando-se no dia a dia dos meios mafiosos e nas tentativas da polícia para desmantelar essas redes, o filme faz uma mistura entre o realismo e o entretenimento. O verdadeiro Joe Pistone, muito tempo após o lançamento do filme, continuava a viver escondido, existindo uma recompensa monetária pela sua vida.
Com um estilo melancólico e elegíaco, Donnie Brasco é um filme de gangsters que usa referências dos clássicos do género, mas insere-as num contexto mais quotidiano e relaciona-as com a vida dentro dos limites da lei. As interpretações de Johnny Depp e Al Pacino são particularmente notáveis, especialmente o fascinante gangster encarnado por Pacino quase nos antípodas de outras personagens do género que interpretou com grande êxito no passado.
Foi nomeado para o Óscar de Melhor Argumento Adaptado.
Como referenciar: Donnie Brasco in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-24 18:05:55]. Disponível na Internet: