Dragoslav Mihailovic

Escritor sérvio, nascido em 1930, aos vinte anos foi feito prisioneiro político pelo regime do ditador Tito, na então Jugoslávia. Dragoslav Mihailovic esteve detido durante dois anos em diversas prisões jugoslavas.
Depois de libertado dedicou-se ao trabalho e ao estudo, tendo obtido a Licenciatura em Literatura Jugoslava pela Universidade de Belgrado, em 1957. A nível profissional teve vários empregos, como escriturário de uma refinaria de açúcar e vendedor de livros.
A partir de 1971, Dragoslav Mihailovic tornou-se escritor profissional, iniciando uma carreira que lhe valeu diversos prémios literários e a tradução da sua obra para mais de 25 línguas, entre as quais o português. Desde 1981, integra a Academia de Ciências e Artes da Sérvia.
A primeira obra de Mihalovic a ser editada em Portugal, o que aconteceu em 2005, foi Kad su Cvetale Tikve (Abóboras em Flor), um romance sobre a opressão política na Jugoslávia. Este romance faz parte das leituras obrigatórias do sistema de ensino sérvio.
Dragoslav Mihalovic, para além de romancista, é também autor de contos, argumentos, documentários e ensaios e orador em palestras.
Como referenciar: Dragoslav Mihailovic in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 19:09:35]. Disponível na Internet: