edulcorante

Um edulcorante consiste num composto químico sintético com maior poder para adoçar que o açúcar, mas sem valor nutritivo, como, por exemplo, a sacarina, a dulcina e o suosan. Os edulcorantes calóricos são formas variadas de açúcar. Os não calóricos ou artificiais são utilizados por pessoas que se encontram a fazer dieta, que pretendem limitar o aporte calórico e pelos diabéticos, não fornecendo energia nem contribuindo para o aumento de peso.
Muitas questões têm sido levantadas acerca dos efeitos secundários a longo prazo na saúde, devido ao uso de edulcorantes artificiais.
Os edulcorantes são usados para tornar mais atrativos os alimentos que são submetidos a processos de preservação, tanto doces como salgados. A maioria dos edulcorantes artificiais não possuem números E. Alguns estão proibidos de serem utilizados nos alimentos para bebés e crianças: taumatina, aspartame, acesulfame de potássio, sorbitol e manitol.
De acordo com a legislação de numerosos países, o uso de edulcorantes nos alimentos deve ser claramente especificado na embalagem.
Como referenciar: Porto Editora – edulcorante na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-18 07:43:19]. Disponível em