Edward Norton

Ator norte-americano, Edward James Norton Junior nasceu a 18 de agosto de 1969, em Boston. Filho de um prestigiado advogado e de uma professora, Norton desde cedo demonstrou apetência para ser ator. Depois de se ter licenciado em História pela Universidade de Yale, procurou frequentar diversas workshops de interpretação em Nova Iorque. Numa delas, captou a atenção do dramaturgo e produtor teatral Edward Albee, que, impressionado pelas suas potencialidades, o recomendou ao realizador Gregory Hobbit. Este recrutou-o para o filme Primal Fear (A Raiz do Medo, 1996), a fim de interpretar um papel que havia sido declinado por Leonardo DiCaprio: o de Aaron, um sacristão acusado de ter assassinado a sangue-frio um arcebispo e que proclama a sua inocência, apesar de todas as provas apontarem para a sua culpa. O seu desempenho ofuscou o do protagonista Richard Gere e mereceu-lhe um Globo de Ouro e a nomeação para o Óscar de Melhor Ator Secundário. Teve em seguida um significativo papel secundário como advogado do patrão da revista Hustler, em The People vs Larry Flint (Larry Flint, 1996). No decorrer das filmagens, iniciou uma relação com a cantora-atriz Courtney Love. Contracenou com Matt Damon em Rounders (A Vida É Um Jogo, 1998), estabelecendo uma atuação convincente como jogador compulsivo de póquer. Nesse mesmo ano, Norton participou no filme-maldito American History X (América Proibida, 1998), arrebatando um excelente desempenho como jovem líder de um movimento neonazi que é preso por espancar até à morte um negro. O filme foi profundamente incómodo, pois, apesar da redenção moral e ideológica do personagem de Norton, retratava uma juventude americana alienada e profundamente xenófoba. Contudo, Norton foi nomeado para o Óscar de Melhor Ator, consolidando a sua posição como intérprete consagrado. O seu filme seguinte, Fight Club (Clube de Combate, 1999), não foi menos polémico. Neste trabalho de David Fincher, Norton personificou um empregado de escritório que, farto da sua rotina, resolve juntar-se a um grupo clandestino que se dedica à luta, desafiando os limites. De seguida, procurou trilhar os caminhos da realização: o seu Keeping The Faith (2000), uma comédia romântica sobre um padre e um rabi amigos de infância que se apaixonam pela mesma mulher, teve críticas favoráveis mas um discreto desempenho comercial. Posteriormente, veio a contracenar com Robert DeNiro e Marlon Brando em The Score (Sem Saída, 2001) e marcou presença em filmes como Frida (2002), Red Dragon (Dragão Vermelho, 2002), 25th Hour (A Última Hora, 2002) e The Italian Job (Um Golpe em Itália, 2003). Paralelamente à sua carreira de ator, é presença constante em campanhas antitabágicas.
Como referenciar: Edward Norton in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-20 20:47:15]. Disponível na Internet: