Edward Young

Poeta inglês, filho de um pastor (Edward Young, deão da Salisbúria), foi batizado no dia 3 de julho do ano do seu nascimento - 1683 - no Hampshire (Upham). Antes de dar largas à sua veia poética, estudou no Winchester College e optou pelo estudo de Direito no New College de Oxford. A partir de 1730, passou a exercer um cargo eclesiástico (chegando a possuir a dignidade episcopal) em Welwyn (Hertfordshire), após ter enveredado, sem sucesso, pela carreira política. No seguinte ano, casou com Elizabeth Lee, filha do primeiro duque de Lichfield. A sua produção literária conhecida – que inclui obras em género de poesia, tragédia, ensaio e sátira – inclui The Last Day (1713), Busistris (1719), The Revenge (1721), The Universal Passion ou The Love of Fame (1725/1728), The Instalment (1726), An Apology for Punch (1729), The Complaint, or the Night Thoughts on Life, Death and Immortality (entre 1741 e 1745) e Conjetures on Original Composition (1759). As suas últimas obras promoveram o individualismo e a introspeção, assim como o pensamento sobre o papel que desempenham a religião e o raciocínio na observação que o Homem faz do Universo.
Faleceu a 5 de abril de 1765, em Welwyn, Hertfordshire.
Como referenciar: Edward Young in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-11 15:16:43]. Disponível na Internet: