efeito de Seebeck

O efeito de Seebeck, como o próprio nome indica, foi descoberto em 1821 pelo físico alemão Thomas Johann Seebeck, que nasceu em Reval, a 9 de abril de 1770, e que faleceu em Berlim, a 10 de dezembro de 1831. Este efeito é também conhecido como efeito termoelétrico.
Este descreve a produção de uma força eletromotriz (f.e.m.) num circuito que contém dois metais, ou dois semicondutores diferentes, quando as junções entre os dois são mantidas a temperaturas diferentes. O valor da f.e.m. depende da natureza dos metais e da diferença de temperaturas. Se ambas as junções se encontrarem a temperaturas diferentes, surge uma força eletromotriz suplementar causada pelo efeito Thomson.
O sentido da corrente determina se a temperatura aumenta ou diminui. Os primeiros metais a serem investigados foram o bismuto e o cobre. Se a corrente se desloca do bismuto para o cobre a temperatura aumenta. Se o sentido da corrente é inverso a temperatura diminui.

Como referenciar: efeito de Seebeck in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-01 08:24:15]. Disponível na Internet: