Elapídeos

Família de répteis, da ordem dos ofídios ou escamosos, constituída por cerca de duzentas espécies. É a família que inclui as serpentes mais venenosas, com os dentes inoculadores de veneno em posição anterior. O veneno é neurotóxico e provoca a paralisia nas pernas. Encontra-se em todas as regiões tropicais da América, África, Ásia e Austrália.
Algumas espécies são terrestres, ativas, diurnas ou crepusculares, e outras são fossadoras, lentas, discretas e noturnas. Outros Elapídeos são arborícolas, diurnos ou noturnos, muito ágeis e de grande atividade.
Possuem um corpo alongado, de grandes olhos, e uma coloração variável desde o verde ao cinzento e ao negro. Só as cobras de água têm hábitos de vida aquática e alimentam-se de peixes. Elapídeos como a cobra-de-coral, que vive na América tropical são decoradas por uma sucessão de bandas ou anéis, transversais, vermelhos, amarelos e negros. Atingem o comprimento de cinquenta centímetros a um metro e meio e possuem uma boca pequena e carocola curta. Com grande atividade noturna, alimentam-se de artrópodes e pequenos vertebrados.
As formas terrestres são geralmente ovíparas. Cobra-real de hábitos noturnos é a única espécie desta família que põe os ovos num ninho por ela construído. O ninho é vigiado pela fêmea que se enrosca sobre os ovos durante a incubação.
São também Elapídeos as cobras-capelo, as cobras-cuspideiras, as muambas, a serpente-tigre, entre outros.
Como referenciar: Elapídeos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 17:35:54]. Disponível na Internet: