Elite Model Look

O certame Elite Model Look tem lugar anualmente em Portugal desde 1991, com o objetivo de descobrir novos valores que pretendam seguir a carreira de modelo profissional. Os participantes são selecionados em castings que decorrem no Porto e em Lisboa.
À vencedora é dada a oportunidade de fazer carreira como manequim, sendo desde logo firmado um contrato com a Elite Portugal, o que, ao mesmo tempo, possibilita o acesso a uma agência internacional, no caso a Elite. Para além disso, a estes prémios há a juntar a oportunidade de participar no concurso Elite Model Look Internacional, onde estão presentes as vencedoras dos vários eventos similares ao português que têm lugar em mais de 60 países. Este certame é considerado uma das maiores ações de seleção de modelos do mundo, chegam a concorrer mais de 80 raparigas por edição, e nele já participaram as agora credenciadas Cindy Crawford e Karen Mulder. Sofia Aparício, que viria a ser uma das mais conhecidas modelos portuguesas, venceu a primeira edição portuguesa do concurso em 1991, enquanto Sandra Tavares triunfou em 1992. Nesta altura o concurso constava apenas de um pequeno casting, organizado pela revista Marie Claire e onde marcava presença um elemento da Elite Internacional.
A estrutura do evento mudou em 1993, ano a partir do qual o concurso passou a ser transmitido na televisão em direto, já com organização da própria agência Look.
Em 1999, o concurso passou a possibilitar também presenças masculinas, proporcionando ao vencedor uma sessão fotográfica em Paris. Bruno Afonso foi o primeiro a triunfar, num ano em que Teodora Filipovic venceu a versão feminina.
Como referenciar: Elite Model Look in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-01 12:36:18]. Disponível na Internet: