Artigos de apoio

Elton Mayo
Sociólogo australiano, nascido em 1880 e falecido em 1949, formou-se em Medicina na Universidade de Adelaide, trabalhou em África e lecionou na Universidade de Queensland. Ainda na Austrália, estuda as sociedades aborígenes que o tornam sensível às múltiplas dimensões da natureza humana. Durante e após a Primeira Guerra Mundial, trabalha na análise psicológica de soldados em estado de choque. Parte para os Estados Unidos da América em 1923, lecionando nas Universidades de Pensilvânia e Harvard. Inicia então pesquisas financiadas sobre as relações humanas nas fábricas. As pesquisas de Hawthorne por si desenvolvidas, no momento em que começava a notar-se o lado desumano da produção em massa, consistiram numa série de experiências e diálogos não diretivos levados a cabo entre 1927 e 1931, junto dos operários das fábricas Hawthorne Western Electric (arredores de Chicago). O objetivo era explorar as ligações entre o moral dos trabalhadores e o resultado final da produção. Estas pesquisas demonstraram que a produtividade e/ou os motivos de insatisfação dos trabalhadores dependem menos das condições materiais de trabalho do que das relações sociais nas fábricas. A partir destas constatações, Mayo elabora a sua "Teoria das Relações Humanas", onde opõe a organização formal à organização informal. A primeira é dominada pela lógica da eficiência, prescreve regras e reparte tarefas. A segunda é constituída por relações interpessoais de facto e corresponde à lógica dos sentimentos. A melhoria da eficácia dos trabalhadores exige que se tome em consideração as relações humanas informais. A sua principal obra, datada de 1933, é The Human Problems of an Industrial Civilization.
Como referenciar: Elton Mayo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-11-25 09:14:03]. Disponível na Internet: