endometriose

A endometriose é uma enfermidade ginecológica que afeta, quase exclusivamente, as mulheres em idade reprodutora. Esta doença caracteriza-se pelo surgimento do endométrio (camada de tecido superficial do útero, que é renovada mensalmente pela menstruação) em locais não habituais, como as trompas de Falópio, ovários, ligamentos de suspensão do útero, bexiga, septo reto-vaginal, parede da pélvis e fundo do saco de Douglas.
Não existe consenso em torno das causas da endometriose, estimando-se que ocorra em 5 a 10% das mulheres. Embora cerca de 25% das doentes com endometriose não apresentem sintomas evidentes, a dor é, normalmente, o mais manifesto, sendo frequente a referência a dores pélvicas crónicas, relações sexuais dolorosas e dificuldades em engravidar, para além de dores fortes acompanhadas de alterações urinárias e intestinais durante a menstruação.
O diagnóstico é feito através de exame ginecológico e da análise da história clínica, a que se podem juntar exames de ultrassons, histológicos e laparoscópicos. O tratamento depende da extensão e da fase da doença, podendo ir da administração regular de anticoncecionais orais (normalizam os níveis hormonais) até à cirurgia, de acordo com a gravidade da anomalia.
Como referenciar: Porto Editora – endometriose na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-25 17:57:48]. Disponível em