equinoide

São uma classe de equinodermes que apresenta um corpo compacto envolvido por um endosqueleto calcário. O corpo é arredondado sem braços e está coberto por numerosos espinhos móveis. São representantes desta classe os ouriços-do-mar (Arbacia, Strongylocentrotus) que têm forma hemisférica; os ouriços cordiformes (Spatangus), que são ovoides, e os "dólares-de-areia" ou "bolos-do-mar" (Echinarachnius, Dendraster), que têm a forma discoide.
Nos ouriços comuns as vísceras estão envolvidas por uma carapaça ou concha rígida formada por dez séries duplas de lâminas, em geral firmemente unidas. Cinco áreas são perfuradas (zonas ambulacrárias) permitindo a saída de longos pés ambulacrários. As outras cinco áreas alternantes (zonas interambulacrárias) são mais largas mas não são perfuradas. Sobre as placas há séries de tubérculos arredondados e baixos sobre os quais se articulam os espinhos. Cada espinho calcário, tem uma base em forma de taça adaptada ao tubérculo e pode mover-se pela ação de músculos situados na sua base. Entre os espinhos, encontram-se pedicelários providos de três mandíbulas, sobre pedúnculos flexíveis. Alguns equinoides possuem pedicelários providos de glândulas venenosas. Os pedicelários mantêm o corpo limpo e capturam pequenas presas.
Os ouriços-do-mar vivem sobre as rochas ou no fundo do mar. Deslocam-se por ação conjunta dos seus espinhos e pés ambulacrários. Durante a maré baixa alguns habitantes da costa migram para os charcos que se formam numa maré ou escondem-se debaixo de algas marinhas. Outros vivem permanentemente em depressões por eles próprios escavadas em rochas não muito duras. Os "dólares-da-areia" vivem enterrados na areia a pouca profundidade. Todos os equinoides mantêm o corpo limpo mediante movimentos dos seus espinhos e pedicelários. Muitos ouriços regulares alimentam-se de algas, matéria animal morta e de pequenos organismos. Os ouriços irregulares ("dólares-da-areia") alimentam-se de partículas orgânicas existentes na areia e no lodo, obtendo-as por ingestão direta do substrato. Os equinoides têm numerosos ciliados comensais no tubo digestivo. Muitos outros comensais e parasitas vivem em cima ou no interior do seu corpo.
Os peixes, estrelas-do-mar, caranguejos, aves e mamíferos predadores são os seus principais inimigos.
Como referenciar: equinoide in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-15 19:09:24]. Disponível na Internet: