Equisetáceas

Família de plantas traqueófitas, da divisão das equisetíneas, que se encontra distribuído por um único género, Equisetum, distribuído por cerca de 15 espécies. São plantas herbáceas, terrestres a aquáticas, rizomadas, isospóricas.
As Equisetáceas (Equisetacea) são cosmopolitas, distribuindo-se por todos os continentes, embora não se encontrem na Austrália, Nova Zelândia e Antártica.
O caule das Equisetáceas (Equisetacea) é aéreo, fistuloso, articulado, simples ou com ramificação verticilada. Pode atingir os oito metros de altura, embora na maioria das espécies não ultrapasse um metro de altura. O rizoma é horizontal e subterrâneo.
As folhas são pequenas (microfilos) com uma só nervura, verticiladas e unidas na base formando uma bainha.
Os esporófilos reúnem-se em estróbilos terminais, com os esporângios dispostos no bordo da superfície interna. Os esporos são uniformes, com quatro bandas higroscópicas.
Os protalos são ramificados, clorofilinos e crescem à superfície do solo. Podem ser monoicos ou dioicos. Os anterozoides são multiflagelados.
Em Portugal a espécie Equisetum ramosissimum, também vulgarmente conhecida por pinheirinha ou cavalinha, apresenta caules uniformes ramosos e estróbilos com um comprimento entre os seis e 12 milímetros.
Como referenciar: Equisetáceas in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-05-06 07:49:58]. Disponível na Internet: