Erevan


Aspetos Geográficos
Capital e maior cidade da Arménia, Erevan situa-se nas margens do rio Hrazdan, na parte leste do país. A parte alta da cidade é rodeada por montanhas, chegando a atingir os 1300 metros de altitude. O rio divide a cidade em duas partes, formando um pitoresco desfiladeiro. O clima é continental, com um verão quente e seco e um inverno curto e frio. Possui cerca de 1 milhão de habitantes (2005).

História e Monumentos Erevan é uma das cidades mais antigas do mundo, remontando ao ano de 782 a. C. os vestígios arqueológicos que indicam ter aí sido construída uma fortaleza chamada Erebuni, por ordem do rei Argistis I. O objetivo da cidadela fortificada era proteger-se dos ataques bárbaros a partir do norte do Cáucaso. Tornou-se uma cidade importante devido à sua localização estratégica nas rotas de caravanas entre a Europa e a Índia. A partir do século VII tornou-se capital da Arménia sob controlo persa. Devido à sua localização, foi diversas vezes disputada entre a Pérsia e o Império Otomano, tendo alternado o seu domínio anos a fio entre 1604 e 1828. Foi conquistada em 1828 pela Rússia, iniciando um período de crescimento político e económico. A seguir à revolução russa de 1917 passou a ser capital da Arménia independente, mas apenas por três anos, já que em 1920 passou a ser controlada pela URSS. Neste período, viu serem destruídos diversos edifícios de importância histórica, como igrejas, mesquitas, a fortaleza persa, etc., transformando-se num centro de grande dimensão industrial, cultural e científica. A partir de 1991, tornou-se capital da Arménia independente. Entre os seus principais monumentos, destacam-se o Panteão e o Monumento aos Cossacos mortos durante as guerras russo-persas em 1826-1827.

Aspetos Turísticos e Curiosidades
A cidade é o centro cultural e científico desta região do Cáucaso. Aí se situa a mais importante universidade do país, a Universidade Estatal de Erevan (fundada em 1920), a Academia de Ciências, um museu histórico, uma ópera, um conservatório e outros institutos técnicos. Os Arquivos de Matenadaran possuem importantes documentos históricos de origem arménia, grega, hebraica, romana, persa e síria. Tem também diversas bibliotecas, museus, teatros e jardins botânicos. As suas principais atrações turísticas são as ruínas da Fortaleza de Urartu, as ruínas de uma fortaleza romana, a Igreja do Aniversário e as estátuas da Mãe Arménia, de Sasountsi David e de Hayk (fundador da nação arménia). A cidade tem atravessado um processo de remodelação, existindo uma polémica demolição de edifícios de estilo soviético para serem substituídos por edifícios mais modernos.


Economia
A cidade é também o principal centro industrial e económico do país, possuindo indústrias químicas, de metais, maquinaria, borracha, plástico, têxteis e também a indústria alimentar. Serve também de sede a algumas empresas multinacionais, sendo um polo atrativo para empresas norte-americanas e europeias. É ainda um grande entroncamento ferroviário, assim como o centro financeiro, onde se situa o Banco Nacional da Arménia, a Bolsa de Valores e diversos bancos nacionais e estrangeiros. É servida pelo aeroporto Zvarnots.
Como referenciar: Erevan in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-22 02:28:04]. Disponível na Internet: