Eritreia

Geografia
País da África Oriental. Situado no chamado Corno de África, possui uma área de 121 320 km2. É banhado, a nordeste e este, pelo mar Vermelho ao longo de mais de 1000 km, e faz fronteira com o Sudão, a noroeste, o Jibuti, a sudeste, e a Etiópia, a sul. As principais cidades são Asmara, a capital, com 407 500 habitantes (2004), Assab (57 600 hab.), Keren (38 700 hab.), Massawa (31 700 hab.) e Mendefera (18 800 hab.).

Clima As condições climáticas variam devido às grandes diferenças de altitude. Na zona costeira do mar Vermelho, o clima é desértico quente, enquanto nas zonas mais altas a precipitação é mais elevada e a temperatura mais moderada.

Economia
A economia da Eritreia baseia-se na pastorícia e na agricultura de subsistência. As culturas praticadas são a da batata, do sorgo e os legumes. A indústria existente resume-se aos produtos alimentares, aos têxteis e às peles. Nas décadas de 1970 e 1980, o país foi devastado pela seca, pela fome e pela guerra. Os principais parceiros comerciais da Eritreia são a Etiópia, a Arábia Saudita, o Sudão e a Itália.
Indicador ambiental: o valor das emissões de dióxido de carbono, per capita, (toneladas métricas,1999) é de 0,1.

População
A população é de 4 786 994 habitantes (2006), o que corresponde a uma densidade populacional de 37,6 hab./km2. As taxas de natalidade e de mortalidade são, respetivamente, de 34,33%o e 9,6%o. A esperança média de vida é de 59,03 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,446 e o valor do Índice de Desenvolvimento ajustado ao Género (IDG) é de 0,434 (2001). Estima-se que, em 2025, a população seja de 8 350 000 habitantes. Metade da população é muçulmana e a outra metade é cristã. As várias etnias dividem-se em três grupos linguísticos diferentes: Tigrigna, Tigréen e Afar.

História
A região foi controlada pela Itália entre 1890 e 1941. Foi depois administrada pelos ingleses durante onze anos, até que as Nações Unidas deliberaram que deveria federar-se com a Etiópia. Entrou em guerra civil, a partir de 1962, quando a Etiópia a tomou sob o seu domínio. Em 1993 separou-se da Etiópia, vivendo posteriormente num regime transitório em que o presidente governa com uma assembleia legislativa, assistido pelo Conselho de Estado.
Como referenciar: Eritreia in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-23 07:45:59]. Disponível na Internet: