Ermida de S. Sebastião

Esta pequena ermida das Caldas da Rainha foi fundada no século XVI e totalmente remodelada no reinado de D. João V, no primeiro quartel do século XVIII. Da sua primitiva estrutura apenas subsiste uma roseta esculpida em pedra e que foi colocada na caiada fachada sul da ermida.
A sua importância artística concentra-se nos panejamentos de azulejos barrocos da primeira metade do século XVIII, em tonalidades de azul e branco, narrando episódios da vida de S. Sebastião. O destaque vai para a movimentada e cenográfica cena do seu martírio, no contraste entre a sublimação do santo supliciado e a agitação violenta dos seus algozes.
Estes revestimentos cerâmicos figurados são enquadrados por ilusórias molduras arquitetónicas, de grande qualidade de desenho e de motivos decorativos, combinando elementos lineares geometrizantes e túrgidas composições ornamentais vegetalistas.
Como referenciar: Porto Editora – Ermida de S. Sebastião na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-11-29 12:46:10]. Disponível em