Ernesto Moneta

Jornalista e ativista internacional a favor da paz, de nome completo Ernesto Teodoro Moneta, nascido em 1833, em Milão, na Itália, e falecido em 1918, na mesma cidade. Nacionalista convicto, combateu na Guerra da Libertação (1859-60), sob o comando de Garibaldi. Dirigiu o jornal diário Il Secolo (1867-1896) e em 1898 fundou o periódico La Vita Internazionale, onde publicou a maior parte dos seus artigos. Apesar de ser católico, por várias vezes assumiu uma posição anti-clerical, pois acreditava que os abusos do clero impediam a unificação italiana e o progresso social. O seu trabalho pela paz não foi apenas de natureza literária, Moneta foi ainda fundador de várias associações pacifistas, como a União Lombarda para a Paz e Arbitragem e presidente do Congresso Internacional da Paz, em 1906. No mesmo ano programou e construiu um Pavilhão pela Paz na Exposição Internacional de Milão. Em reconhecimento de todo o seu trabalho, partilhou o Prémio Nobel da Paz, em 1907, com o jurista francês Louis Renault.
Como referenciar: Ernesto Moneta in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-27 09:31:55]. Disponível na Internet: