especiação

Fenómeno de microevolução, originador de novas espécies. Este processo deve-se a uma série de fatores, dos quais se podem mencionar a ocorrência de mutações, o isolamento geográfico, a seleção natural - que atua de maneira diferente em áreas geográficas distintas, e os diversos agentes de segregação e separação progressiva entre os indivíduos de variedades mais ou menos próximas. São exemplo disso a segregação etológica (por falta de atração sexual); o isolamento condicionado pelas estações do ano, já que podem não coincidir as épocas de acasalamento; a segregação por disparidade anatómica, que pode impedir o acasalamento entre os indivíduos; e a segregação por incompatibilidade genética, já que as uniões entre indivíduos de grupos sistemáticos relativamente afastados são em geral estéreis.
Como referenciar: Porto Editora – especiação na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-23 20:06:55]. Disponível em