espiráculo

Vestígio da mais antiga fenda branquial situada dorsalmente e existente em numerosos peixes.
As suas pequenas dimensões resultam de a ligação entre os arcos mandibular e hioide ser imprescindível a uma forte ligação dos maxilares. O espiráculo fica situado entre estes arcos.
Os placodérmicos tinham a primeira fenda branquial completamente desenvolvida. Na maior parte dos peixes atuais, o espiráculo está fechado.
No embrião dos tetrápodes a bolsa branquial correspondente ao espiráculo desenvolve-se originando a cavidade timpânica ou do ouvido médio e a trompa de Eustáquio.
Como referenciar: Porto Editora – espiráculo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-05 13:45:57]. Disponível em