Estátua da Liberdade

Gigantesca estátua da Ilha da Liberdade, na baía fronteira ao porto de Nova Iorque. Contando com o pedestal, tem 92 metros de altura. Representa uma mulher, voltada para o oceano, que segura uma tocha na mão direita e na mão esquerda transporta um livro onde está escrita a data de 4 de julho, o dia da independência dos Estados Unidos. No seu interior existe um elevador que transporta os visitantes até à coroa, de onde se observa uma vista magnífica.
Este grande símbolo nacional norte-americano tinha por objetivo, na origem, comemorar a amizade entre o povo dos Estados Unidos e o da França. A construção da estátua foi proposta por Edouard de Laboulaye, historiador francês, depois da Guerra Civil Americana. O monumento começou a ser construído em França, em 1875, pelo escultor Frédéric-Auguste Bartholdi, com fundos franceses. Intervieram depois no projeto Eugène-Emmanuel Viollet-le-Duc e Gustavo Eiffel. Esta fase do trabalho ficou terminada em 1885.

De seguida, a estátua foi desmontada e transportada de barco para Nova Iorque. Aí foi colocada no seu pedestal, construído pelo arquiteto norte-americano Richard Morris Hunt em 1886. Esta obra foi classificada Património Mundial pela UNESCO.
Como referenciar: Estátua da Liberdade in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-17 11:31:01]. Disponível na Internet: