estímulo

O estímulo é definido como uma modificação de alguma parte do ambiente que é percetível por um indivíduo através da excitação de um dos órgãos recetores do organismo, isto é, dos sentidos. Os estímulos são considerados como as causas diretas do comportamento. As modificações ambientais, ou os estímulos, libertam uma quantidade de energia que leva a uma resposta por parte do indivíduo.
Na psicologia, através do esquema elementar estímulo-resposta (E-R), pode-se estudar e explicar as condutas do organismo pelo estabelecimento da relação entre os estímulos e as suas consequentes reações. Atualmente, sabe-se que não é assim tão linear e que nesse intermeio de ação acontecem operações complexas de tratamento da informação recebida e de filtragem ao organismo. Assim, na psicologia cognitivista a teoria E-R foi substituída pelo par input-output, e alguns cognitivistas mais extremistas até substituíram o termo estímulo pelo de acontecimento.
De qualquer forma, este termo é ainda de uso corrente na psicologia para designar uma situação perante a qual o sujeito se depara e que leva à manifestação de condutas características.

Como referenciar: Porto Editora – estímulo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-04 05:45:19]. Disponível em