Estratócles

Político ateniense (sécs. III-IV a. C.), filho de Eutidemo, do demo de Diomeia. Em 323 a. C. fez parte dos dez oradores designados para proceder à acusação no processo contra Arpalo, no qual também foi implicado Demóstenes. Democrático extremista e pró-macedónio, foi partidário de Demétrio Poliorceta. Com a entrada em Atenas deste rei macedónio (307 a. C.), teve grande influência e atribuiu várias honras a Demétrio e ao pai deste, Antígono. Depois da batalha de Ipso (301 a. C.) e da deserção de Demétrio, Estratócles teve de deixar o poder para os seus opositores; reconquistou-o com o regresso de Demétrio a Atenas e com a queda de Lacares (294 a. C.). Por volta de 287 a. C., passou para o lado dos opositores de Demétrio, como se pode inferir a partir de um decreto por si proposto em honra de Filípides de Paiânia, um moderado que tinha sido seu inimigo.
Como referenciar: Estratócles in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-01-24 07:17:30]. Disponível na Internet: