etologia

A etologia é a ciência que estuda a motivação do comportamento animal e, principalmente, do comportamento inato ou instinto. Não se preocupa com o estudo dos mecanismos físicos das reações aos estímulos, que são investigados pelos fisiologistas, mas dos quadros de comportamento que são estudados, sob o ponto de vista subjetivo, pela psicologia.
O estudo do comportamento animal tem a sua origem em fontes diferentes e bastante separadas.
A que se refere geralmente como Escola Americana começou em 1888, quando Jacques Loeb publicou uma série de estudos em que procurava descrever todo o comportamento animal em termos físicos e químicos. Loeb trabalhou admitindo que todos os movimentos de um animal eram "determinados por forças internas ou externas". O líder moderno da escola americana é B. F. Skinner, psicólogo da Universidade de Harvard, que treinou centenas de animais, principalmente ratos e pombas, para desempenharem uma grande variedade de tarefas não habituais. A outra escola de estudo de comportamento, a chamada Escola Europeia, é representada pelo zoólogo austríaco Konrad Lorenz. São Lorenz e os seus seguidores que chamam a si mesmos etólogos.
Os etólogos procuram analisar os tipos de comportamento instintivo em determinados grupos de organismos e procurar o mesmo tipo de comportamento entre espécies relacionadas. Uma grande parte do trabalho dos etólogos foi realizado com peixes e aves, atendendo a que estes animais têm tipos complexos de conduta determinada geneticamente, o que é uma boa base para este estudo. Enquanto o trabalho de psicólogos da Escola Americana se realiza principalmente no laboratório, onde podem ser controladas as variáveis experimentais, os etólogos da Escola Europeia dedicam-se a estudar o comportamento animal no seu ambiente natural.
A principal fonte de desacordo entre os etólogos e os psicólogos tem sido a importância relativa do "instinto" e da "aprendizagem", e as dificuldades que há em definir estes dois conceitos.
Como referenciar: etologia in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-06 06:40:02]. Disponível na Internet: