Fábio Jr.

Ator, cantor e compositor brasileiro, Fábio Corrêa Ayrosa Galvão nasceu a 21 de novembro de 1953 na cidade de São Paulo. Apaixonado pela música, desde jovem começou a tocar juntamente com os seus irmãos em grupos musicais como Os Colegiais, Os Namorados, Bossa 4 e Arco-Íris.
A sua primeira participação na televisão aconteceu no Festival Preparatório de Música da TV Bandeirantes, em 1965, enquanto cantava músicas da velha guarda. Em 1971, lançou-se numa carreira a solo em que cantava "covers" de músicas famosas como Don't Let Me Cry dos Beatles, altura em que usava pseudónimos como Uncle Jack e Mark Davis. Mais tarde, tornou-se co-apresentador do programa da TV Tupi Hallelluyah!, ao lado do cantor Sílvio Britto.
Em 1976, começou a sua carreira como ator de telenovelas em Despedida de Casado, a convite de Walter George Durst, mas a telenovela acabou por ser censurada e, em 1977, entrou na sua primeira telenovela da TV Globo, Nina, onde interpretava o papel de Anjo. No ano seguinte, participou na série televisiva Ciranda Cirandinha, em que pôde unir os seus dois talentos ao cantar num dos episódios a música "Pai", considerada por si próprio a sua música mais emblemática, que veio a ser o tema de abertura na telenovela Pai Herói (1979). Ainda em 1979, estreou-se no cinema no filme Bye Bye Brasil, realizado por Carlos Diegues, ao lado de atores como José Wilker e Betty Faria. Esta foi, aliás, a sua única experiência no mundo cinematográfico. Em 1981, gravou o seu primeiro LP, mas não abandonou a carreira na televisão, tendo sido visto pelo público português em telenovelas como Cabocla (1979), Água Viva (1980) e Louco Amor (1982), quase sempre em papéis de galã. Por esta altura, decidiu abandonar a representação e passou a dedicar-se em exclusivo à carreira de cantor para poder realizar o seu sonho de infância. Na música, teve sucesso com baladas românticas da sua autoria como "Vinte e Poucos Anos", "O Que é que há?", "Enrosca", "Seu Melhor Amigo", "Eu Me Rendo", "Senta Aqui", "Esqueça" e "Alma Gémea", entre outras. Gravou também três álbuns em espanhol e, em 1987, ganhou o prémio Antorcha del Plata no festival espanhol Viña Del Mar.
Em 1985, aceitou o convite da TV Globo para participar na telenovela Roque Santeiro. Fez depois várias tournées musicais e, em 1992, aproveitou para matar saudades da televisão ao entrar na telenovela Pedra Sobre Pedra.
Na música, editou os trabalhos Desejos (1993); Fábio Jr. (1994) e Só Você e Fábio Jr. Ao Vivo (1997). Ainda em 1997, voltou à televisão para interpretar a personagem Billy na telenovela Corpo Dourado.
Como referenciar: Fábio Jr. in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-20 17:15:12]. Disponível na Internet: