Fantcha

Cantora cabo-verdiana, Francelina Durão de Almeida nasceu em 1965, no Mindelo, na ilha de São Vicente, em Cabo Verde. Com 10 anos, atuou com as Flores de Mindelo, uma trupe de vozes femininas e essa experiência permitir-lhe-ia conhecer o compositor Ti Goi (Gregório Gonçalves), um dos nomes mais sonantes da música cabo-verdiana da época. Através dele, Fantcha conhece Cesária Évora. Apadrinhada por esta, como amiga e professora, e com a orientação artística de Ti Goi, Fantcha desenvolveu as suas capacidades vocais e a expressividade emocional do seu canto. Em 1988, muda-se para Boston, depois de por lá ter passado com Cesária Évora, acabando por fixar-se em Nova Iorque, pouco tempo depois. A emigração iria dar-lhe as condições para se dedicar por inteiro à carreira musical e gravar os primeiros registos longa-duração da sua carreira. O primeiro álbum, Criolinha (1988), gravado em Portugal, tornar-se-ia um êxito internacional, cativando o mundo para as suas mornas cheias de alma. Gradualmente reconhecida no mercado americano, viria a atuar em festivais prestigiados como o Hollywood Bowl, o Chicago World Music Festival e o Summerstage, em Nova Iorque.

Discografia 1998, Criolinha
2001, Viva Mindelo

Como referenciar: Fantcha in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-14 14:12:17]. Disponível na Internet: