FCCN

A Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN) foi fundada em 1987 pelas seguintes entidades: Instituto Nacional de Investigação Científica (INIC), Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica (JNICT), Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) e pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).
Os órgãos sociais da instituição, incluindo o seu Conselho Geral, são compostos pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), pelo Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) e pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).
A fundação, cuja missão central é planear, operar e gerir a Rede Ciência, Tecnologia e Sociedade (RCTS), faz parte de algumas entidades internacionais:
- é a representante nacional da Trans-European Research and Education Networking Association (TERENA) e do Council of European National Top-Level Domain Registries (CENTR);
- é acionista da DANTE;
- é membro do IPv6 Forum e do Réseaux IP Européens (RIPE) e membro fundador do Euro-IX;

Para além da administração da RCTS (Rede Ciência, Tecnologia e Sociedade), rede informática que teve início em 1997 e que utiliza os protocolos da Internet com o fim de manter uma estrutura de comunicação e colaboração entre as instituições do sistema de ensino, tecnologia, ciência e cultura, a FCCN também tem a seu cargo o planeamento, operação e gestão da RCTS 2 (Rede Ciência, Tecnologia e Sociedade 2).
A RCTS faz a ligação em rede à Internet de instituições como escolas do ensino básico e secundário, centros de formação, centros de recursos, bibliotecas municipais, instituições de reinserção social, etc.
A RCTS 2, com um desempenho mais elevado, está orientada para instituições com maiores exigências a nível de comunicações como é o caso das universidades, laboratórios do estado e institutos politécnicos.
Outra das atribuições desta entidade privada sem fins lucrativos é a tutela do registo de domínios da Internet. Desde 1991, a FCCN assegura o serviço de registo dos domínios Internet específicos de Portugal, isto é, todos aqueles domínios que se encontram hierárquica e imediatamente abaixo do domínio topo .pt. Assim, esta instituição é responsável pela administração do servidor primário do domínio .pt.
A partir de 5 de fevereiro de 2001, a FCCN viu alargadas as suas atribuições, passando a gerir ainda os seguintes classificadores oficiais: .net.pt; .gov.pt; .org.pt; .edu.pt; .int.pt; .publ.pt; .com.pt e .nome.pt.

Como referenciar: FCCN in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-22 04:17:05]. Disponível na Internet: