febre

Subida anormal da temperatura do corpo, representando uma resposta sistémica à invasão de micro-organismos ou de substâncias estranhas.
A temperatura é regulada por um aglomerado de neurónios situados no hipotálamo, que funcionam como o termóstato do corpo. Normalmente, a temperatura do corpo é de cerca de 37 ºC. Contudo, os neurónios reagem a estímulos denominados pirógenos (piro = fogo) que são segregados principalmente pelos macrófagos expostos às bactérias e outras substâncias estranhas ao organismo.
As altas febres são perigosas porque induzem a inativação de enzimas, enquanto a baixa ou média febre parece beneficiar o organismo. Para se multiplicarem, as bactérias necessitam de grandes quantidades de ferro, mas durante um ataque febril, o fígado e o baço retêm ferro, tornando-o menos disponível.
A febre também aumenta a taxa metabólica das células teciduais, acelerando as ações defensivas e os processos de reparação.
Como referenciar: febre in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-15 13:04:10]. Disponível na Internet: