Felicidade pela Agricultura

Compilação em dois volumes das crónicas publicadas por Castilho no jornal de Ponta Delgada O Agricultor Micaelense, entre 1848 e 1849, onde o autor de A Noite do Castelo proclama as maravilhas do trabalho agrícola e apresenta uma visão poética da vida rústica. Como medidas concretas para a construção dessa utopia, o autor aponta a constituição de sociedades agrícolas (seguindo o exemplo da Sociedade Promotora da Agricultura Micaelense), o estabelecimento de bibliotecas de agronomia e veterinária, sessões públicas sobre aspetos agronómicos de cada região e a publicação de um jornal agrícola que aconselhasse sobre sementeiras e plantações, entre outras.
Como referenciar: Felicidade pela Agricultura in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 01:00:49]. Disponível na Internet: