Fernando Garcia

Cineasta e ensaísta português nascido em 22 de julho de 1917, em Lisboa. Inicialmente, trabalhou como assistente de realização em filmes como João Ratão (1940), O Pátio das Cantigas (1942) e Aniki-Bobó (1942). Em 1944, tornou-se chefe de produção das Produções António Lopes Ribeiro, cargo que manteve até 1949, ano em que resolveu tentar a realização. O seu primeiro título foi Heróis do Mar (1949), um documentário que lhe valeu o Grande Prémio do SNI. A sua primeira obra de ficção foi a comédia Um Marido Solteiro (1952) a que se seguiu O Cerro dos Enforcados (1954) que também escreveu. Foi também o realizador do primeiro documentário nacional a cores: Lisboa, Pequena Biografia Duma Capital (1953). Dos inúmeros documentários que rodou, destacam-se A Ilha Que Nasce do Mar (1956), As Mulheres e o Trabalho (1962) e O Jogo do Pau (1964). Foi Presidente do Sindicato Nacional dos Profissionais de Cinema e do Estúdio Universal de Cinema Experimental, entre 1961 e 1963.
Como referenciar: Fernando Garcia in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-19 07:41:47]. Disponível na Internet: