Fernando Távora

Arquiteto português, Fernando Luís Cardoso Meneses de Tavares e Távora nasceu em 1923, no Porto, e faleceu a 3 de setembro de 2005, em Matosinhos.

Diplomou-se em arquitetura pela Escola Superior de Belas-Artes do Porto em 1952, tendo-se tornado assistente daquela escola. Em 1962 foi convidado para Professor após prestação de provas para Professor Agregado, e mais tarde foi presidente da Comissão Instaladora da Faculdade do Porto, da qual foi Professor Catedrático.
Participou em vários CIAM (congressos internacionais de arquitetura moderna). Entre 1948 e 1956 trabalhou na Câmara do Porto. Apesar de na primeira fase da sua carreira ter usado um estilo modernista radical, exemplo da Unidade Residencial de Ramalde (1952-60), desde sempre se mostrou sensível a uma nova leitura da arquitetura tradicional e à integração de elementos específicos da arquitetura portuguesa na arquitetura modernista.

Foi após a concretização do Inquérito à "Arquitetura Popular em Portugal", do qual foi um dos mentores, que concretizou as suas teorias numa moradia que projetou em Ofir (1957-58), abrindo novos caminhos para a arquitetura contemporânea portuguesa.

Desta primeira fase podem ainda destacar-se o mercado de Vila da Feira (1954-59), o Parque Municipal da Quinta da Conceição em Matosinhos, onde projeta também o pavilhão de ténis (1957), ou a escola do Cedro em V. N. de Gaia (1958-60).

Távora especializou-se em restauro de edifícios e a sua compreensão histórica dos mesmos faz com que a sua arquitetura nunca se sobreponha ao existente mas antes se harmonize num todo; exemplo máximo desta atitude é a pousada do Convento de Sta. Marinha da Costa em Guimarães (1972-85), que recebeu o Prémio Nacional de Arquitetura (1988).

Távora foi também distinguido com o Prémio de Arquitetura da Fundação Calouste Gulbenkian e com o prémio de carreira da 1.ª Bienal de Arquitetura e Engenharia Ibero-Americana de Madrid em 1998.
Como referenciar: Fernando Távora in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-16 01:50:11]. Disponível na Internet: