Fernão Cardim

Escritor jesuíta português nascido por volta de 1549, em Viana do Alentejo, e falecido em 1625, nos arredores de Salvador da Baía, no Brasil. Os seus escritos são um testemunho da vida das missões e das condições naturais existentes no Brasil, na segunda metade do século XVI.
Fernão Cardim entrou para a Companhia de Jesus, em 1566, e foi para o Brasil como secretário do padre visitador da Companhia de Jesus, em 1583. Viajou pelas regiões da Baía, Pernambuco, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo. Foi durante esta época que escreveu as cartas e três livros: "Do Principio e Origem dos Índios do Brasil", "Narrativa Epistolar de uma Viagem e Missão Jesuítica pela Baía, Ilhéus, Porto Seguro, Pernambuco, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Vicente, etc." e "Do Clima e Terra do Brasil". Os dois primeiros escritos foram publicados pela primeira vez em inglês, já que na viagem de regresso a Portugal, o barco em que viajava foi atacado por corsários ingleses. Os manuscritos foram apreendidos e em Inglaterra são editados por Samuel Purchas, em 1623. A autoria dos dois manuscritos só é reposta no século XIX e o terceiro manuscrito é publicado em Lisboa, em 1847. Contudo, a obra só foi publicada pela primeira vez no seu todo, em pleno século XX com o título "Tratados da Terra e da Gente do Brasil".
Em 1609 regressa definitivamente ao Brasil como provincial da Companhia.
Como referenciar: Fernão Cardim in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-06 17:19:17]. Disponível na Internet: