ferrugem

A ferrugem é uma camada inconsistente de cor castanha-avermelhada que se forma por ação do ar húmido sobre o ferro ou aço.
Esta camada é constituída por óxidos de ferro hidratados nomeadamente óxido de ferro (III) hidratado (Fe2O3.xH2O).
Este é um sólido vermelho-acastanhado a preto que ocorre naturalmente como hematite e pode ser preparado por aquecimento do hidróxido de ferro (III) ou do sulfato de ferro (II).
O óxido de ferro (III) é imediatamente reduzido por aquecimento com carbono ou numa corrente de monóxido de carbono ou em gás de carvão.
O enferrujamento ocorre tanto na presença de água como de oxigénio. É um processo eletroquímico no qual diferentes partes da superfície de ferro atuam como elétrodos na reação de uma pilha. No ânodo, os átomos de ferro dissolvem-se em iões ferro e no cátodo, formam-se iões hidróxido.
O enferrujamento é acelerado pela presença de impurezas no ferro e pela presença de ácidos ou de outros eletrólitos na água.
A fim de evitar que os metais oxidem (criem ferrugem) ou que sofram outros processos de deterioração, aplica-se à superfície dos metais uma proteção superficial.
Como referenciar: Porto Editora – ferrugem na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-07 12:13:50]. Disponível em