Fleetwood Mac

O grupo pop-rock inglês Fleetwood Mac surgiu através de ex-membros dos John Mayall's Bluesbreakers: Peter Green (n. Peter Greenbaum, 1946-10-29, Bethnal Green, Londres, Inglaterra), Mick Fleetwood (n. 1947-06-24, Redruth, Cornwall, Inglaterra), Jeremy Spencer (n. 1948-07-04, Hartlepool, Cleveland, Inglaterra) e John McVie (n. 1945-11-26, Londres, Inglaterra).
No início eram conhecidos como Peter Green's Fleetwood Mac. Estrearam-se com Fleetwood Mac (1968), um álbum decisivo no desenvolvimento dos blues britânicos de finais de 60, que incluiu os singles "Black Magic Woman" (mais tarde popularizado por Santana) e "Need Your Love So Bad", antes gravada por Little Willie John.
Seguiu-se Mr. Wonderful (1968), do qual fez parte o tema "Love That Burns" e que contou com a participação de Christine Perfect (n. 1943-07-12, Birmingham, Inglaterra) no piano. Em setembro de 1968, o grupo acolheu um terceiro guitarrista, Danny Kirwan (1950-05-13, Londres, Inglaterra), cuja presença deu ao grupo um toque mais rock. A banda editou, então, o grande êxito intitulado "Albatross", o primeiro single do grupo a ultrapassar o milhão de vendas.
Os Fleetwood Mac eram um grupo blues-rock já com grande prestígio na Europa, como comprovam as vendas do álbum Then Play On (1969), que teve em "Oh Well" o seu melhor momento.
Em maio de 1970, Peter Green deixou o grupo, numa altura em que o single "The Green Manalishi" atingiu o Top 10. Por sua vez, Christine Perfect McVie, que já tinha casado com John McVie, entrou para o grupo para a função de teclista e vocalista secundária.
Logo após a edição de Kiln House (1970), Spencer desapareceu sem deixar rasto durante a respetiva digressão pelos Estados Unidos da América. Green voltou temporariamente para ocupar o lugar de Spencer, mas o substituto permanente foi encontrado em Bob Welch (n. 1946-07-31, Califórnia, EUA).
Os dois álbuns seguintes, Future Games (1971) e Bare Trees (1972), não foram tão felizes comercialmente como os seus antecessores. Entretanto, Kirwan abandonou a banda, sendo substituído por Bob Weston. Os Fleetwood Mac decidiram ainda integrar o vocalista Dave Walker, cuja permanência no grupo foi de apenas oito meses, quase não tendo participado no álbum Penguin (1973). Deste álbum fez parte o tema "Night Watch".
Em 1973, surgiu Mystery to Me, trabalho que incluiu o grande sucesso "Hypnotized" e cujo lançamento se efetuou num período de conflitos no seio do grupo. Bob Weston foi despedido durante uma digressão pelos EUA, na sequência de um envolvimento com a mulher de Mick Fleetwood.
Assim, o grupo gravou Heroes Are Hard to Find (1974) como quarteto - Mick Fleetwood, John McVie, Christine Mcvie e Bob Welch.
Em dezembro de 1974, Bob Welch deixou o grupo. Pouco tempo depois, o guitarrista Lindsey Buckingham (n. 1947-10-03) e a vocalista Stevie Nicks (n. 1948-05-26), que faziam carreira como duo, entraram para os Fleetwood Mac, integrando assim a sua mais popular e bem sucedida formação: Mick Fleetwood, Christine Perfect, John Mcvie, Lindsey Buckingham e Stevie Nicks.
Foi na segunda metade da década de 70 que os Fleetwood Mac chegaram ao topo do panorama musical mundial com os álbuns Fleetwood Mac (1975) e Rumours (1977). Do álbum homónimo fizeram parte os clássicos "Over My Head", "Say You Love Me" e "Rhiannon". Rumours (1977) foi o mais influente e inovador trabalho da sua carreira, com temas como "Go Your Own Way", "Don't Stop", "Second Hand News" e "Dreams". Apesar do divórcio entre os dois casais do grupo, Christine e John McVie e Lindsey Buckingham e Stevie Nicks, o seu percurso musical e o sucesso comercial não foram afetados. Rumours chegou a ser o segundo álbum mais vendido de sempre, logo atrás de Thriller de Michael Jackson.
Os dois álbuns seguintes do grupo, Tusk (1979, que incluiu os êxitos "Sara" e "Tusk") e Fleetwood Mac: Live (1980) consolidaram o estatuto de grande banda mundial.
Em 1982, e após um período em que os diversos membros dos Fleetwood Mac se dedicaram a projetos pessoais, foi editado Mirage, do qual fizeram parte os singles "Hold Me", "Gypsy", "Oh Diane". O grupo decidiu então fazer uma pausa na sua atividade e só cinco anos depois voltou às gravações com Tango In the Night (1987), cujos êxitos "Little Lies", "Big Love", "Everywhere" "Family Man" e "Seven Wonders" significaram o regresso à sua melhor forma. Em junho de 1988, Buckingham deixou o grupo, tendo entrado para o seu lugar não um, mas dois guitarristas, Rick Vito (n. 1950) e Billy Brunette (n. 1953-05-07).
Após a edição de Behind the Mask (1990), Vito e Nicks deixaram os Fleetwood Mack.
A gravação de Time (1995), álbum cuja edição passou despercebida, teve já a participação do guitarrista Dave Mason e da vocalista Bekka Bramlett (n. 1970, EUA).
Em 1997, foi anunciado que a formação que gravara Rumours - Fleetwood, Buckingham, Nicks, Perfect e McVie - voltaria a reunir-se para gravar. Em agosto desse ano, foi editado o registo ao vivo The Dance, gravado para a estação televisiva MTV. Este disco incluiu 13 clássicos do grupo, entre os quais "Dreams", "Rhiannon", "Don't Stop", "The Chain" e quatro novos temas.
Em 1998, o grupo foi incluído no Rock and Roll Hall of Fame.
Afastados das gravações há alguns anos e de novo com Lindsey Buckingham, os Fleetwood Mac retornam ao estúdio, para gravar o álbum Say You Will (2003). A vocalista não fazia uma gravação de estúdio com a banda havia 16 anos. Não se tratou de uma reunião definitiva dos Fleetwood, até porque McVie não esteve presente, mas os Fleetwood estavam de volta. O trabalho de composição foi dividido e, de um total de 18 faixas, nove foram compostas por Buckingham e outras nove por Vicks. O resultado final pareceu a junção de dois álbuns a solo, mais do que um esforço de grupo. Apesar de o disco dar alguns sinais do som típico dos Fleetwood Mac, não deixa de ser notória esta divisão e a dissemelhança dos temas, resultando num disco sem grande coerência e pouco consistente. Além disso, o registo é demasiado longo e acabou por não significar um regresso feliz do grupo.
Como referenciar: Porto Editora – Fleetwood Mac na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-27 04:41:06]. Disponível em