Florestas dos Enganos

Representada ao rei D. João III, em Évora, no ano de 1536.
Personagens: Filósofo, Parvo, Mercador, Escudeiro (disfarçado de viúva), Moça (fingida de viúva), Cupido, Apolo, El-Rei Telebano, Grata Célia (sua filha), Doutor de Justiça Maior, Moça, Velha, Pastor, Duque, Príncipe, A Ventura.
Argumento: A peça é composta por três partes e aborda o tema do enganador que é enganado.
A primeira parte trata de um mercador enganado. Ao tentar extorquir de uma mulher dinheiro em troca de um conhecimento, é burlado por esta, que afinal se revela ser um escudeiro disfarçado.
A história dos amores de Grata Célia e de Cupido é abordada na segunda parte. Ao tentar abusar da filha de Telebano, Cupido acaba ele próprio por ser enganado.
A terceira parte apresenta um Doutor que deseja cortejar uma jovem. Esta encontra-se com ele apenas para o gozar, expondo-o a situações caricatas.
Como referenciar: Porto Editora – Florestas dos Enganos na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-20 01:56:29]. Disponível em