fonógrafo

O fonógrafo é um aparelho para registar e reproduzir o som. Foi inventado, em 1878 por Thomas Alva Edison.
O fonógrafo é uma derivação direta do fonoautógrafo inventado por Scott de Martinville em 1857 e do paleófono, criado em 1877 por Ch. Cross. O fonógrafo inventado por Edison era basicamente um recetor constituído por um funil metálico cujo o extremo mais estreito ligava a uma membrana unida a um estilete. Ao falar para a embocadura a membrana vibrava em função do som emitido e a vibração era transmitida ao estilete que gravava sobre a superfície de um cilindro de cera giratório, que constituía o sistema de registo. O recetor movia-se, por sua vez, no sentido perpendicular ao movimento de rotação do cilindro, com o que se conseguia um sulco espiral, que abrangia toda a superfície deste.
Para reproduzir usava-se outro funil, o mesmo ou maior, em cujo extremo mais estreito existia outra membrana e outra agulha. No momento da reprodução, tanto o cilindro como o elemento reprodutor seguiam o mesmo movimento que no momento da gravação. A agulha seguia o sulco registado na superfície da cera e transmitia a vibração ao diafragma, reproduzindo assim o som original.
Este fonógrafo foi substituído pelo gramofone, que utilizava discos em vez de cilindros.
Como referenciar: fonógrafo in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-03-01 03:04:47]. Disponível na Internet: