forças conservativas

Uma força conservativa é aquela cujo trabalho total realizado depende apenas dos pontos inicial e final e não do caminho percorrido. Ou seja, é a força cujo trabalho total desenvolvido quando atua num corpo, deslocando-o numa trajetória fechada, é nulo.
Os exemplos mais significativos de forças conservativas são a força gravitacional (peso) e a força elástica, sendo também designadas por forças não dissipativas. O trabalho realizado pelo peso de um corpo é independente do caminho percorrido pelo seu ponto de aplicação, pelo que o peso é uma força conservativa.
Geralmente, o trabalho realizado por uma força conservativa é simétrico da variação da energia potencial associada a essa força. A expressão matemática que traduz tal afirmação pode ser expressa da seguinte forma: W (Fcons.) = DEp, sendo DEp a variação da energia potencial e W (Fcons.) o trabalho de uma força conservativa.
Como DEp é igual à energia potencial final menos energia potencial inicial, o trabalho realizado por uma força conservativa é igual à diferença entre a energia potencial inicial e a energia potencial final.
Como referenciar: forças conservativas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 17:57:09]. Disponível na Internet: