Forte de Cacela Velha

Vigiando a abertura do sotavento algarvio ao mar e à restinga, a fortaleza de Cacela Velha, em Castro Marim, foi mandada construir, ou modernizar, em 1770 pelo então governador do Algarve, D. Rodrigo de Noronha. A obra só ficou concluída em 1794, quando já era governador e capitão general Nuno José Fulgêncio de Mendonça e Moura.
Olhando atentamente o desenho legendado da planta da fortaleza da autoria do brigadeiro eng. José de Sande Vasconcelos apercebemo-nos que estas obras dizem respeito apenas à tenalha voltada sobre o mar. A legenda diz, a este respeito, e coincidindo com a opinião de outros autores, que a tenalha é fortificação moderna que se fez no tempo de D. Rodrigo mas que só terá sido concluída anos mais tarde.
A este respeito a inscrição colocada na parte superior da porta principal desta fortaleza informa ainda que as obras terão sido inspecionadas pelo Dr. José Caetano de Andrade e Castro. Do lado oposto à tenalha, ainda descrevendo a referida planta, erguem-se os baluartes dos mouros, flanqueando a porta principal.
O interior da fortaleza era ocupado pelo quartel do governador, do lado oriental, junto ao qual se situavam uns armazéns arruinados, possivelmente resquícios de outros tempos, e pelo quartel de guarnição a oeste.
Sabemos ainda que, em finais do século XVIII, Cacela era já uma povoação muito decadente, apenas com meia-dúzia de habitações junto da igreja matriz e um castelo arruinado. Desde 1990 que este forte tem sido objeto de várias intervenções.
Como referenciar: Forte de Cacela Velha in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-12 20:57:49]. Disponível na Internet: