Forte do Bugio

Também conhecido por Forte de S. Lourenço, integra o aparelho defensivo da cidade de Oeiras, perto de Lisboa, montado em Quinhentos. Trata-se de um forte do século XVI, edificado no meio da entrada da Barra do Tejo, segundo uma planta de forma circular, um formato muito comum da arquitetura civil e militar do período renascentista.
O projeto inicial para este forte defensivo foi concebido por um artista de origem italiana, de seu nome Giovanni Vincenzo Casale. As obras para a construção do edifício foram iniciadas em 1586, e terminaram após a restauração da independência portuguesa, em 1640, sob a direção de Frei João Torreano.
A cidade onde se encontra o forte, tem origem numa povoação muito antiga, elevada à categoria de vila em 1759, um dia após Sebastião de Carvalho e Melo ser agraciado com o título de conde de Oeiras. Um ano depois, em 1760, foi outorgado o seu primeiro foral, e em 1776 foi palco da Primeira Feira Agrícola e Industrial da Europa.
Como referenciar: Forte do Bugio in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-18 06:21:26]. Disponível na Internet: