Francisco Keil do Amaral

Arquiteto português nascido em 1910 e falecido em 1975. Formou-se na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa. Em 1937, recebeu a medalha de ouro da Exposição Internacional de Paris, tendo sido responsável pela conceção do Pavilhão de Portugal. Na qualidade de arquiteto-urbanista da Câmara Municipal de Lisboa, foi responsável pela renovação dos parques e jardins da cidade (Monsanto e Campo Grande, entre outros), contando com a colaboração valiosa de Gomes de Amorim. Publicou A Arquitetura e a Vida (1942) e O Problema da Habitação (1945), entre outras obras. Em 1948, foi uma das figuras em destaque no I Congresso Nacional de Arquitetura, reclamando alterações profundas no ensino e na prática da sua arte no País.
Como referenciar: Francisco Keil do Amaral in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 01:30:28]. Disponível na Internet: