François Couperin

Músico, compositor e professor francês, François Couperin nasceu a 10 de novembro de 1668, em Paris, e faleceu a 12 de setembro de 1773, em Paris, tendo sido enterrado na capela Saint-Joseph do cemitério Saint-Eustache.
Proveniente de uma família de músicos, François Couperin foi o que se tornou mais célebre, ficando então conhecido como "Couperin, o Grande". Aos 11 anos, com a morte do pai, herdou o lugar de organista da Igreja Saint-Gervais, assegurado por Michel Richard Delalande, dado que o jovem só poderia legalmente ocupá-lo aos 18 anos, tendo, durante esse tempo, estudado com Jacques-Denis Thomelin.
Em 1689, casou-se com Marie-Anne Ansault de quem teve quatro filhos: Nicolas, Marie-Madeleine, Marguerite-Antoinette e François Laurent.
Em 1690, publicou as suas primeiras peças para órgão e, em 1693, foi nomeado organista da capela de Luís XIV, ficando responsável por compor música religiosa. Posteriormente, foi designado mestre de cravo dos Infantes de França e, em 1717, ordinaire de la musique du roi. Para entreter o monarca francês, Couperin apresentava, nos concertos de Domingo, os seus famosos Concerts Royaux.
Em 1623, a saúde de François Couperin começa a debilitar-se, sendo substituído pelo filho, Nicolas, na Igreja de Saint-Gervais e, em 1730, pela sua filha Marguerite-Antoinette, nas funções da corte. De referir que, em 1702, o músico francês recebeu a condecoração de Cavaleiro da Ordem de Latran,
Como compositor, Couperin conciliou harmoniosamente o estilo musical francês com o italiano, refletindo grande influência de Corelli e demonstrando, nas suas músicas, simplicidade, leveza e refinamento contrapontístico. Compôs música vocal; música para órgão; música para cravo; música de câmara da qual se salienta as sonatas italianas (sonatas em trio), que introduziu em França; suites francesas, como Les Nations, um conjunto de quatro suites - "La Française", "L'Espagnole", "L'Imperiale" e "La Piémontoise". Como obra teórica de referência, escreveu dois trabalhos sobre a arte do cravo e do acompanhamento - L'Art de Toucher le Clavecin e Règle pour l'Accompagnement.
Como referenciar: François Couperin in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-12-06 02:24:21]. Disponível na Internet: