François Mauriac

Romancista e jornalista francês (1885-1970), fez pesar sobre os seus romances uma fatalidade e uma solidão que não encontram contrapartida na sua atividade jornalística, conduzida frequentemente como um combate, em jornais como Le Figaro e L'Express . De entre os seus romances destacam-se Thérèse Desqueyroux (1927), Le Noeud de vipères (1932), Le Sagouin (1951) e Un Adolescent d'autrefois (1969). As suas obras abrangem ainda poemas ( Les Mains jointes , 1909), ensaios ( Ce que je crois , 1962) e peças de teatro ( Les Mal-Aimés , 1945). Foi laureado com o Prémio Nobel da Literatura em 1952.
Como referenciar: François Mauriac in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-26 01:10:47]. Disponível na Internet: