Franz Kline

Pintor norte-americano, Franz Kline nasceu em 1910, em Wilkes-Barre, na Pensilvânia. Estudou na Filadélfia e, entre 1931 e 1935, frequentou o curso de pintura da Escola de Belas Artes e Artes Aplicadas da Universidade de Boston. Posteriormente, estudou na Heatherley's School of Fine Arts em Londres, voltando em 1938 para os Estados Unidos da América, mais precisamente para Nova Iorque. Nas décadas de 30 e 40, desenvolveu uma gramática figurativa pintando grandes frescos para edifícios públicos e privados.
Depois da Segunda Guerra Mundial, influenciado pela obra de Willem de Kooning, junta-se ao movimento do Expressionismo Abstrato e começa a produzir obras em grande formato. A partir de 1948, realizou uma série de paisagens urbanas que representa, de forma depurada, ruas e pontes e denunciam a influência da tradição realista nova iorquina. Executou também vários desenhos feitos com pincel ou bico de pena.
A sua primeira exposição individual, organizada em 1950, destaca-se pelo impacto produzido pelas pinturas constituídos por largos traços pretos sobre fundo branco que retomam a solução gráfica dos desenhos a pincel executados com tinta preta e, de certa forma, remetem para a caligradia oriental. A tensão dramática e o contraste lumínico entre o negro espesso e o fundo claro, permitem acentuar o valor da gestualidade violenta e espontânea contida nas pinceladas rápidas. Nestas pinturas, o gesto torna-se signo e forma abstrata, ligando a obra de Kline à vertente mais sígnica do movimento do Expressionismo Abstrato. A partir de 1957, este artista começou a incluir cor nos seus quadros, como o testemunham as pinturas "Dahlia", de 1959 e "Scranton", de 1960. Apesar da aparente espontaneidade dos traços negros, que apontam para uma prática de action painting, quase todas as suas pinturas foram preparadas através de muitos estudos.
Kline desenvolveu também atividade letiva, durante a década de 50, no Black Mountain College na Carolina do Norte, no Pratt Institute em Nova Iorque, no Museu de Arte de Filadélfia e na Cooper Union em Nova Yorque. Em 1960, obteve o prémio de pintura da Bienal de Veneza.
Franz Kline morreu em 1962, em Nova Iorque.
Como referenciar: Franz Kline in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-15 12:58:29]. Disponível na Internet: