Fred Whipple

Astrónomo norte-americano, Fred Lawrence Whipple nasceu a 5 de novembro de 1906, e falecido a 30 de agosto de 2004.
Depois de ter estudado na Universidade da Califórnia, entrou no Observatório da Universidade de Harvard em 1931, onde observou as trajetórias dos meteoros. Dessa forma confirmou que estes eram originários, principalmente, do sistema solar, mais do que do restante Universo, ao contrário do que se pensava até então.
Dois anos mais tarde, descobriu o cometa 36P/Whipple, com passagem periódica nos nossos céus, assim como o asteroide 1252 Celestia. Também descobriu outros cinco cometas não-periódicos, o primeiro dos quais foi o C/1932 P1 Peltier-Whipple, que também foi descoberto pelo astrónomo amador Leslie Peltier,
Durante a Segunda Guerra Mundial, Fred Whipple inventou um dispositivo que consistia em deitar no ar folhas de alumínio cortadas numa espécie de palha que confundiam os radares inimigos que pretendiam localizar os aviões Aliados. Devido a este invento ganhou em 1948 um Certificado de Mérito.
Também inventou um sistema que protege as naves espaciais do impacto de pequenas partículas através da sua vaporização.
Em 1950 escreveu um artigo no Astrophysical Journal onde apresentava uma nova teoria sobre a composição dos cometas, chamada "dirty snowball", hoje em dia aceite como provada.
Cinco anos depois, tornou-se diretor do Smithsonian Astrophysical Observatory, cargo que desempenhou até 1973.
Durante este período Whipple antecipou a era dos satélites artificiais e organizou um grupo chamado "Moonwatch" para os acompanhar. Este grupo foi o único que estava em condições de observar o satélite Sputnik quando foi lançado em 1957 pela União Soviética.
Como reconhecimento do seu trabalho recebeu honras e prémio como uma distinção de serviço civil pelo presidente norte-americano John Fitzgerald Kennedy em 1963, a medalha de ouro da Royal Astronomical Society em 1983, três anos mais tarde a Medalha Bruce da Sociedade de Astronomia do Pacífico e uma distinção pela Sociedade de Astronomia Americana em 1987.
Fred Whipple foi homenageado ainda com a atribuição do seu nome a um asteroide, assim como a um observatório no Arizona.
Com 92 anos ainda se envolveu no projeto de construção de uma sonda da NASA.
Como referenciar: Porto Editora – Fred Whipple na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-07-28 02:52:26]. Disponível em