frutose

A frutose, também designada de açúcar de fruta ou levulose, é um açúcar simples, de fórmula C6H12O6, que se encontra na Natureza como monossacarídeo livre, na polpa dos frutos, em plantas verdes e no mel.
Estruturalmente a frutose é uma ceto-hexose.
A frutose, combinada com a glucose, forma a sacarose (cana-de-açúcar), que é um dissacarídeo. A frutose apresenta um poder edulcorante superior ao da sacarose. Por hidrólise ácida ou por intermédio de uma enzima, denominada invertase, a sacarose desdobra-se na D-glucose ou dextrose e na D-frutose ou levulose em quantidades equimolares (número de mol igual), cuja mistura é conhecida por açúcar invertido.
As abelhas possuem esta enzima, pelo que o mel que produzem é largamente constituído por açúcar invertido.
Os derivados da frutose são muito importantes no metabolismo da energia dos organismos vivos. Alguns destes são polissacarídeos que armazenam grandes quantidades de energia de hidratos de carbono em certas plantas.
A frutose obtém-se em escala quase industrial por hidrólise da inulina (polissacarídeo) que se extrai de plantas como a dália, a chicória e a alcachofra.
Tal como os outros açúcares, a frutose não apresenta em regra o grupo carbonilo livre, encontrando-se antes combinado com um dos grupos hidroxilo da mesma molécula, originando um hemiacetal cíclico de cinco membros, que se denomina por frutofuranose.
Como referenciar: Porto Editora – frutose na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-21 02:54:13]. Disponível em