fumária

Designação comum atribuída a plantas herbáceas do género Fumaria, da família das Fumariáceas.
As fumariáceas são plantas herbáceas em geral anuais, eretas, prostadas ou subtrepadoras, com folhas alternas ou radicais e suco aquoso. As flores são zigomorfas dispostas em cacho. O cálice é formado por duas sépalas petaloides, a corola com quatro pétalas. O ovário é superior esporoado. O fruto é monospérmico indeiscente.
Em Portugal vivem várias espécies como a Fumaria officinalis, também vulgarmente denominada moleirinha, canitos-béu-béu, catarinas-queimadas ou pé-de-perdiz. As folhas possuem segmentos estreitos, flores com as sépalas ovado-laceoladas, a corola é de cor rosada, vermelho-escuro no cimo. O fruto é mais longo que comprido.
A Fumaria capreolata, também vulgarmente conhecida como fumária-maior, catarinas-queimadas, erva-das-candeias ou erva-moleirinha-maior, é uma erva trepadora ou prostada. Os segmentos de folha são obovados e os pedículos arqueados-rectoflectidos. As sépalas são mais largas do que a corola e com cerca de metade do comprimento da corola. As pétalas são esbranquiçadas ou rosadas, vermelho-escuro no cimo. Os frutos são lisos ou sublisos.
São ainda espécies viventes em Portugal, a Fumaria parviflora, também conhecida por fumária-das-flores-pequenas ou fumária-menor, a Fumaria agraria, também conhecida por fumária-dos-campos, fumaria-grande ou canitos, e a Fumaria muralis, também conhecida por fumária-das-paredes, fumo-da-terra, salta-sebes ou mata-fogo.
Como referenciar: Porto Editora – fumária na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-02 19:22:47]. Disponível em