futebol americano

Apesar do futebol, enquanto jogo em que se pontapeia uma bola, ter sido jogado de uma forma ou de outra ao longo de vários séculos, a versão americana teve origem no século XIX nas universidades do nordeste, nos Estados Unidos da América e é, por isso, vulgarmente designada "college football". Em 1840, as partidas de futebol americano assumiam já um papel significativo na vida dos estudantes das Universidades de Harvard e de Yale.
Durante os anos da Guerra Civil Americana, Gerritt Smith Miller, que tinha jogado futebol americano quando estudava na universidade, organizou o Oneida Football Club in Boston, em Massachusetts e foi o primeiro a introduzir o conceito de "trabalho de equipa" nos jogos. Estava dado o primeiro passo para o desenvolvimento do futebol americano.
Mais tarde, em 1869, Princeton e Rutgers disputaram o primeiro jogo intercolegial de futebol americano dos Estados Unidos e, logo depois, seguiram-se Columbia, em 1870, e Yale no ano seguinte. Nesta altura ainda não se podia carregar a bola com as mãos, o jogo era muito parecido com o futebol, aquilo a que os norte-americanos chamam "soccer". Harvard continuava a jogar uma modalidade muito parecida com o rugby e, perante tanta confusão em relação às leis da modalidade, foram escritas as primeiras regras do futebol americano, em 1876, na Convenção de Massasoit. Nesse mesmo ano, Walter Camp, treinador da Universidade de Yale, aparece no mundo do futebol americano e, em 1880, introduz novas regras que ainda hoje são seguidas, nomeadamente a possibilidade de se agarrar a bola com as duas mãos.
Walter Camp foi também responsável pela introdução de outros regulamentos que transformaram o futebol americano num jogo violento e brutal, registando-se mesmo casos de morte dentro do campo. Em 1905, o jornal "Chicago Tribune" divulgava os números: 18 mortes e 159 acidentes graves ocorridos nessa temporada. O Presidente Theodore Roosevelt foi obrigado a tomar uma posição: "Exijo que o futebol americano altere as suas regras ou que seja abolido". Algumas regras mudaram, mas o jogo, um dos mais populares dos Estados Unidos, continua a ser muito viril.
O futebol americano conheceu novo alento e maior profissionalização com a organização dos torneios Super Bowl, que opõem as equipas da National Football League, uma liga de futebol fundada em 1920 com o nome inicial de American Professional Football Association, e da American Football League, criada em 1960.
Este tipo de futebol pratica-se num campo onde estão delineadas linhas paralelas e onde existem duas balizas em cada extremidade do campo. Estas assumem a mesma forma de uma baliza de râguebi. Por detrás das balizas encontra-se a linha final, ou zona de meta. A duração do encontro divide-se em 4 períodos de 15 minutos. Quando ocorrem paragens na partida o cronómetro para, portanto esse tempo não é contabilizado.
Há variadas formas de obter pontuação, sendo que a mais valiosa é executar um touchdown - quando o jogador ultrapassa a linha final com a bola em sua posse (vale 4 pontos). Se no pontapé que se segue a equipa fizer passar a bola entre os postes da baliza soma mais dois pontos, totalizando assim 6 pontos.
Como referenciar: futebol americano in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 18:42:30]. Disponível na Internet: